• Eduardo Nishitani

5 PROJETOS DE SAÚDE PELO MUNDO QUE VOCÊ PRECISA CONHECER!

A Envereda Arquitetura reconhece e aprende com a qualidade dos seus colegas de profissão. Existe uma produção mundial espetacular e não aprender com tudo isso seria um desperdício inaceitável. Dessa forma, abrimos aqui uma categoria de postagens que muito nos agrada. Queremos dividir com vocês trabalhos que nos inspiram. Trabalhos que, não apenas rompem a vanguarda da criação, como também nos motivam a continuar crescendo constantemente. Desta forma, podemos ampliar nosso repertório continuamente e dividir o que aprendemos com cada um de vocês.

Hoje falaremos sobre 5 PROJETOS DE SAÚDE PELO MUNDO QUE VOCÊ PRECISA CONHECER!

Para este top 5, foi preciso criar alguns parâmetros. Decidimos elencar aqui apenas edifícios já construídos e cada qual com particularidades ímpares em sua concepção. Esperamos que possamos inspirá-los neste universo tão complexo que é o edifício de saúde.

1. Nada mais justo que começarmos com o produto nacional de um dos arquitetos que, a meu ver, é um dos maiores arquitetos de saúde do mundo, o nosso João Filgueiras Lima, o Lelé. Ele mergulhou tão a fundo em sua missão que desenvolveu um processo industrial para a execução dos edifícios, dos mobiliários, até mesmo dos sistemas de infraestrutura necessários.

No Hospital Sarah Kubitschek Rio de Janeiro-RJ, existem praticamente todos os pilares filosóficos construtivos de toda a Rede Sarah. Galerias técnicas, galerias de ventilação com borrifadores de água , forros basculantes, pátios com vegetação internos e os clássicos e marcantes sheds de ventilação. Além da aplicação clássica de painéis artísticos e de muita área para contemplação dos pacientes e colaboradores.

Imagem 01: Hospital Sarah Kubitschek Rio de Janeiro/BR. Fonte: https://revistaprojeto.com.br/acervo/arquiteto-joao-filgueiras-lima-lele-hospital-rede-sarah-27-10-2009/
Imagem 02: Hospital Sarah Kubitschek Rio de Janeiro/BR. Fonte: https://revistaprojeto.com.br/noticias/9-projetos-dinamizam-a-arquitetura-atraves-da-luz-natural/

2. Arquitetura de saúde feita de terra? E por que não? O projeto de um dos maiores arquitetos da atualidade, Diébédo Francis Kéré, não somente é feito de terra como utilizou mão de obra local da própria comunidade para a construção. Ao projetar o Centro de Saúde e Cirurgias Clínicas de Léo em Burkina Faso o arquiteto criou 10 unidades modulares para a redução de custos, flexibilidade e os dispôs organicamente para evitar a rigidez intimidante dos edifícios de saúde.

Este projeto foi escolhido pois é um exemplo espetacular de que o uso do espaço, mesmo com recursos altamente limitados pode trazer grande valor á comunidade. A tecnologia de construção e o sistema de manutenção devem ser acessíveis á cultura local. Caso contrário, o edifício está fadado ao insucesso.

Imagem 03: Centro de saúde e Cirurgias Clínicas Léo/Burkina Faso. Fonte: https://www.kerearchitecture.com/work/building/surgical-clinic-and-health-centre
Imagem 04: Centro de saúde e Cirurgias Clínicas Léo/Burkina Faso. Fonte: https://www.kerearchitecture.com/work/building/surgical-clinic-and-health-centre

3. Corredores e mais corredores. Quem nunca se perdeu pelos corredores de um hospital? Espaço perdido ou a solução para os nossos problemas? No caso do hospital criado pela empresa MASS Design em Butaro, Ruanda foi mais que a solução, foi a possibilidade de reduzir as taxas de infecção hospitalar drasticamente e garantir manutenção destes espaços de forma muito mais barata.

Ao planejar quartos ventilados e arejados e mudar o fluxo hospitalar do estabelecimento o projeto elevou a qualidade de vida dos moradores. Além disso, ele conseguiu utilizar rochas vulcânicas que se empilhavam ao lado das estradas e as pessoas não sabiam como descarta-las para ajudar no conforto térmico e na estrutura do edifício.

Imagem 05: CHospital Distrital de Butaro, Butaro/Ruanda. Fonte: https://massdesigngroup.org/work/design/butaro-district-hospital
Imagem 06: CHospital Distrital de Butaro, Butaro/Ruanda. Fonte: https://massdesigngroup.org/work/design/butaro-district-hospital

4. Biofilia.... Neuroarquitetura... Sustentabilidade.... são alguns dos conceitos mais atuais aplicados á arquitetura. Todos eles norteiam e explicam conceitos clássicos de projetos que sempre existiram e que levam em conta a presença da natureza, um espaço que contribua com o usuário, e que não cause mal ao meio ambiente. O projeto do The Khoo Teck Puat Hospital em Yishun, Cingapura desfruta com maestria destes conceitos. Para isso ele possui hortas, pomares, jardins internos e externos além de uma conexão com a sociedade local exemplar. Ele foi construído de modo que seus extensos jardins possam permear a construção do edifício de saúde.

Imagem 07: Hospital Khoo Teck Puat, Yishun/Singapura. Foto: CPG Consultants PTE LTD Fonte: https://pda.designsingapore.org/presidents-design-award/award-recipients/2011/khoo-teck-puat-hospital.html
Imagem 08: Hospital Khoo Teck Puat, Yishun/Singapura. Foto: Franck Pinckers Fonte: https://pda.designsingapore.org/presidents-design-award/award-recipients/2011/khoo-teck-puat-hospital.html

5. E por ultimo mas não menos importante falaremos sobre o hospital Rey Juan Carlos Hospital em Móstoles, Espanha. Este projeto pode parecer peculiar em seu formato e cores escolhidos, mas nada disso foi em vão. O edifício possui tecnologia construtiva de sobra que privilegia a eficiência do hospital, a luz natural e sua acústica, tornando a arquitetura uma ferramenta de cura ativa no paciente.

Munido de brises de vidro em todo o seu entorno, pátios internos banhados de luz natural e fluxogramas internos e externos este hospital é muito mais do que inspirador. Ele nos ensina o que os edifícios de saúde devem oferecer á seus usuários.

Imagem 09: Rey Juan Carlos Hospital, Móstoles/Espanha. Foto: Alfonso Quiroga Fonte: https://www.archdaily.com/238728/rey-juan-carlos-hospital-rafael-de-la-hoz
Imagem 10: Rey Juan Carlos Hospital, Móstoles/Espanha. Foto: Alfonso Quiroga Fonte: https://www.archdaily.com/238728/rey-juan-carlos-hospital-rafael-de-la-hoz

Esperamos que tenha gostado muito deste Top 5. Nós da Envereda, sempre que podemos, estudamos a fundo a interpretação dos espaços feitas por outros profissionais. O mundo é feito de diferentes pontos de vista, que se completam, se corrigem, e caminham para um conhecimento mais pleno sobre cada área da ciência. Deixe sua opinião e nos diga o que achou de nossas escolhas e se você acha que deveríamos ter considerado algum outro exemplar.


Até mais.


8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Não fique de fora! Se cadastre em nosso site para receber as nossas novidades e conteúdos diversos sobre arquitetura.

Obrigado pelo envio! Seu contato foi enviado com sucesso!